Alunos de Fornos de Algodres envolvidos em projeto de Programação e Robótica

A Câmara Municipal de Fornos de Algodres iniciou um Projeto de Introdução de Programação e Robótica no 1.º Ciclo, que abrange os alunos do Agrupamento de Escolas local. 

A autarquia presidida por Manuel Fonseca (PS) explica em comunicado que o projeto destinado aos alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico do concelho é desenvolvido em parceria com o Centro de Competências TIC da Universidade de Aveiro.

A ação já foi iniciada com a formação dos docentes nesta área do conhecimento.

Segundo a nota do município de Fornos de Algodres, no distrito da Guarda, “depois de capacitados os professores, o projeto viajará para o interior das salas de aula do 1.º Ciclo [do Ensino Básico], de modo a que as mesmas tenham o primeiro contacto com o projeto”.

Ainda de acordo com a autarquia, ao longo do ano letivo, os alunos envolvidos na iniciativa “realizarão vários miniprojetos na área da programação e/ou robótica”.

O município adquiriu vários computadores e robôs que foram entregues ao Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres “para que as crianças possam aplicar os conhecimentos adquiridos”.

No final do ano letivo, decorrerá uma sessão pública de apresentação dos projetos, que será aberta à comunidade.

A sessão permitirá que todos possam acompanhar “o trabalho inovador” realizado pelas crianças, com base no conhecimento dos seus professores e do apoio do Centro de Competências TIC da Universidade de Aveiro, remata a fonte.

O Projeto de Introdução de Programação e Robótica no 1.º Ciclo do Ensino Básico de Fornos de Algodres está inserido no programa “Conhecer o Presente Projetar o Futuro”, que consta da candidatura da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) ao Plano Inovador de Combate ao Insucesso Escolar na sua área.

A CIM-BSE é constituída por 15 municípios, sendo 12 do distrito da Guarda (Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e Trancoso) e três do distrito de Castelo Branco (Belmonte, Covilhã e Fundão).




Conteúdo Recomendado