27 por cento das farmácias do distrito da Guarda em insolvência e penhora

A Guarda é o distrito com “a segunda maior percentagem” de farmácias em situação de penhora ou insolvência, só ultrapassado por Portalegre com 32,6 por cento.

Vinte e sete por cento das farmácias do distrito da Guarda estão em situação de insolvência e penhora revela o mais recente estudo da Associação Nacional de Farmácias (ANF).

A Guarda é o distrito com “a segunda maior percentagem” de farmácias em situação de penhora ou insolvência, só ultrapassado por Portalegre com 32,6 por cento. “As dificuldades financeiras do setor colocam em causa a cobertura farmacêutica nacional, a rede de saúde de proximidade à população e o acesso ao medicamento”, alerta a associação.

A nível nacional, uma em cada cinco farmácias portuguesas está em situação de insolvência ou penhora, o equivalente a 591 estabelecimentos, segundo dados oficiais da associação do setor.




Conteúdo Recomendado