Que Ética e Economia Mundiais

Sinopse
Dando o nome de código Enduring Justice («Justiça sem Limites») à sua resposta aos atentados do 11 de Setembro, o governo americano colocou o dedo, sem o saber, num dos problemas fundamentais deste novo século: o que significa fazer justiça numa economia mundializada? Hoje, a troca social tende para ser totalmente absorvida pelo tráfico mercantil. O sistema económico, com o reforço da violência simbólica, conseguiu estabelecer uma fantástica dominação imaginária. Normalmente não se teria de fazer face às injustiças gritantes do mundo, dos quais inúmeros relatórios estatísticos anuais nos fornecem a verdadeira dimensão. No entanto, contrariamente às previsões de Marx, de Lenine, de Mao Tsé-Tung, a revolução mundial não aconteceu. A desconstrução do discurso económico permite pôr em evidência a sua amoralidade, até mesmo a sua imoralidade. Qualquer preocupação de justiça foi eliminada da sociedade mundial de mercado. O trabalho de descolonização dos mentes passa, assim, primeiro pelo requestionamento de uma leitura exclusivamente económica do mundo. Após o que será possível esboçar os traços daquela que poderia ser uma sociedade mais justa. É um enorme desafio feito à sociedade actual. Mas, é o que a situação presente exige de todos nós. E este desafio que o autor coloca ao leitor levando-o a requestionar o sistema estabelecido e indicando-lhe que tipo de ética e economia mundiais podem levar a uma sociedade mais justa.

Autor(es): Serge Latouche

Edição: Instituto Piaget, 2007

Outros Conteúdos
Acompanhe toda a atualidade da Região! Subscreva a nossa newsletter.