Centro De Estudos Ibéricos (CEI)

O Centro de Estudos Ibéricos nasceu da ideia do ensaísta Eduardo Lourenço na sessão solene comemorativa do Oitavo Centenário do Foral da Guarda, em 1999.

Apresentação

Aliar a investigação à ação e dinamizar a cooperação territorial pressupõe incorporar como coordenadas estruturantes da atuação do Centro de Estudos Ibéricos os seguintes objetivos específicos:

– Intensificar o envolvimento na cooperação territorial, potenciar a sua vocação natural para desenvolver atividades comprometidas com os espaços de baixa densidade, o contributo estruturante prestado para afirmar a centralidade da Guarda e reforçar o eixo cultural e cientifico Coimbra-Salamanca organizado pelas respetivas cidades e Universidades;

– Reforçar a parceria e a programação, dinamizar a formação, a investigação e a divulgação científica e cultural para responder às necessidades regionais e às expectativas dos atores locais e dum CEI mais ativo e empenhado na qualificação das pessoas e na coesão dos territórios;

– Ampliar a rede internacional de investigadores, transformar a rede de investigação que atualmente se organiza em torno do CEI numa plataforma que, focada na competitividade e na inovação dos espaços de baixa densidade e fronteiriços, permita intensificar o debate, a troca de experiências e a transferência de conhecimentos sobre temas de interesse para este tipo de regiões.



Conteúdo Recomendado

Acompanhe toda a atualidade da Região! Subscreva a nossa newsletter.