Henrique Monteiro reconduzido na liderança distrital do CDS-PP da Guarda

O líder distrital do CDS-PP/Guarda, Henrique Monteiro, foi esta sexta-feira reconduzido na liderança da comissão política distrital, num ato eleitoral em que foi o único candidato.

O líder distrital do CDS-PP/Guarda foi eleito com 138 votos a favor e um em branco, num universo de 561 militantes com direito a voto.

No mandato que se estende até janeiro de 2019 o responsável tenciona dar continuidade ao trabalho realizado nos dois últimos anos, assente em três princípios: “organizar, implantar e afirmar o partido” no distrito da Guarda.

“O trabalho que está a ser feito é de fortalecimento das estruturas para que se possam apresentar candidaturas autárquicas fortes” nas eleições deste ano, assumiu o dirigente que também desempenha o cargo de líder concelhio do CDS-PP na Guarda.

Henrique Monteiro lembrou que o CDS-PP já foi uma grande força política na região, tendo liderado, em simultâneo, sete das 14 autarquias daquele distrito do interior e elegido um deputado nas eleições legislativas de 1987.

Em relação às autárquicas deste ano, o líder distrital hoje reeleito disse aos jornalistas que a “ambição máxima” do CDS-PP é “tomar posição em todos os concelhos do distrito” da Guarda.

O CDS-PP aspira ganhar a presidência da Câmara Municipal de Mêda, onde “é a segunda força mais votada”, para que o partido possa “retomar a tradição autárquica” que teve no passado, afirmou.

Em relação ao município da Guarda, onde em 2013 o CDS-PP concorreu em coligação com o PSD, Henrique Monteiro disse que ainda não foi tomada uma decisão e “está tudo em aberto”.

Nas últimas eleições autárquicas, Henrique Monteiro, que é professor do 1.º ciclo do ensino básico, integrou a lista da coligação PSD/CDS-PP candidata à Câmara Municipal da Guarda, liderada pelo atual autarca social-democrata Álvaro Amaro.



Artigos Relacionados / Pub