Soares da Costa tem luz verde da concorrência para venda das concessões na Beira Interior e Trás-os-Montes

A Autoridade da Concorrência deu luz verde ao processo de alienação das concessões da Beira Interior e de Trás-Os-Montes por parte da antiga Soares da Costa aos espanhóis da Global Vía Infrastructuras, revelou o organismo em comunicado.

http://static.noticiasaominuto.com/stockimages/1370x587/12397949.JPG

Ao não se opor à operação de concentração, “uma vez que a mesma não é susceptível de criar entraves significativos à concorrência efectiva nos mercados relevantes identificados”, a Autoridade da Concorrência permite que a Global Vía Infrastructuras (GVI) assuma o controlo exclusivo sobre as empresas que compõem o Grupo Scutvias e o Grupo Transmontana, grupos de que faz parte.

Esta operação, segundo o comunicado divulgado a 23 de dezembro pela vendedora SDC Investimentos, “compreende assunção de passivos, substituição ou libertação de responsabilidades e pagamento em dinheiro” ainda que esteja sujeita a “ajustamentos, sobretudo dependentes do momento em que seja possível concretizá-la”.

Para já, o preço baseia-se no valor “cerca de 126,5 milhões de euros e estima-se que dela resulte um impacto negativo nos resultados consolidados de cerca de 19 milhões de euros, um incremento patrimonial positivo nos capitais próprios de cerca de 25 milhões de euros e a redução do passivo consolidado em cerca de 71 milhões de euros”.Com a operação, a SDC sai do negócio de concessões e fica centrada no imobiliário, mantendo a participação de 33,33% na Soares da Costa Construção, ainda que com uma imparidade constituída para reconhecer eventuais perdas futuras.



Artigos Relacionados / Pub