Energia Simples vence contratos de 13M€ no Douro e na Guarda

A Energia Simples, marca da PH Energia, ganhou dois novos concursos públicos para o fornecimento de energia eléctrica, durante um ano, que totalizam cerca de 13 milhões de euros.

Em comunicado de imprensa, a marca explica que os contratos perfazem uma venda de energia de 74GWh e refere que os concursos públicos foram promovidos pela Comunidade Intermunicipal do Douro (CIM) e pelo Município da Guarda. “A oferta diferenciadora, a transparência e o facto de ter apresentado a proposta mais vantajosa em termos de custos face aos seus concorrentes permitiu, à Energia Simples, ganhar o fornecimento de energia para estas regiões”, complementa a mesma fonte.

Para as instalações dos municípios da CIM Douro e outras regiões da envolvente, a empresa desenvolveu um contrato de fornecimento de electricidade, em nível de baixa tensão, baixa tensão especial e média tensão, pelo prazo de um ano, no valor global máximo de 11,7 milhões de euros, o que representa uma venda de energia de 65,6GWh.

No que concerne ao município da Guarda, a empresa fornecerá energia eléctrica, em baixa tensão normal, para as instalações de iluminação pública, no prazo também de um ano, no valor de 1,3 milhões de euros, “o que possibilitou assim a angariação de 484 novos clientes e uma venda de 8,4GWh de energia nesta área”.

Segundo a Energia Simples, estes dois acordos permitem-lhe consolidar o seu posicionamento “ao afirmar-se,ao mercado, como sendo a solução energética mais inovadora e mais transparente”.

Para o co-fundador da Energia Simples, o aumento da participação da marca em concursos públicos permitiu-lhe “obter estes resultados, sendo que, para além do enorme prestígio e do aumento considerável da nossa carteira declientes, passámos também a ter um maior peso nos mercados dos concursos públicos”.

“Prova disso são os valores representativos da energia vendida e da facturação obtida”, continuou Manuel Azevedo, explicando que, relativamente às regiões do Douro e da Guarda, “estas passaram a beneficiar do preço mais baixo praticado, tendo em conta os valores apresentados no concurso”.



Artigos Relacionados / Pub