Inauguração da Casa do Bandarra em Trancoso

Trancoso celebra o poeta nos dias 11 e 12 de março.

A inauguração terá lugar no próximo domingo, dia 12 de março, pelas 14h45, junto à Igreja de S. Pedro.

A inauguração da casa onde, alegadamente, terá vivido Gonçalo Annes Bandarra,o Nostradamus Português, segundo Pessoa, é um momento ímpar na História de Trancoso. O poeta, profeta e sapateiro une portugueses, extravasando fronteiras, sendo um ícone único e diferenciador, que os autóctones pretendem valorizar e reabilitar, e que há já muito merecia mais cuidada atenção.

Segundo a autarquia, “o espaço a inaugurar será um local para todos os públicos. A criteriosa programação dos conteúdos subentende uma efetiva viragem, tornando-se, para a Trancoso, no primeiro centro de interpretação dinâmico, lúdico e educativo, garantindo a credibilidade conferida pela investigação académica, podendo assim apresentar-se como uma mais-valia para o turismo aliado a outras apresentações do património cultural já implementadas em Trancoso.”

A Casa do Bandarra faz parte do projeto Rotas de Sefarad – Valorização da Identidade Judaica Portuguesa no Diálogo Interculturas, resultando de uma candidatura ao Programa EEA Grants 2009-2014, da Associação Rede de Judiarias de Portugal, da qual Trancoso foi cofundador a 17 de março de 2011.

Há mais de 20 anos (setembro de 1996), no âmbito das Comemorações dos 500 anos do nascimento de Bandarra, profetizou-se a fundação de um núcleo museológico, enquanto se lembrava e honrava aquele “… cujo coração foi não Português, mas Portugal” (Fernando Pessoa).



Artigos Relacionados / Pub