Café Literário da Covilhã com António Salvado

A próxima terça-feira, dia 16 de dezembro, traz ao Café Literário o poeta, ensaísta, antologista, tradutor, organizador de edições de autores portugueses e diretor de publicações culturais, António Salvado.

A tertúlia literária decorre a partir das 21h30, no Café da Residencial Panorama, localizado na Rua dos Bombeiros Voluntários (junto à Igreja de Santa Maria).

António Salvado é natural de Castelo Branco. Licenciado em Letras pela Universidade Clássica de Lisboa, estudou na Sorbonne e é professor jubilado do Ensino Superior, além de membro da Cátedra de Poética da Universidade Pontifícia de Salamanca.

Poeta, alguns dos seus poemas integram importantes antologias portuguesas e estrangeiras, encontrando-se traduzido mundialmente em várias línguas. Com larga colaboração dispersa por jornais e revistas, os seus ensaios e outras prosas estão reunidos em seis volumes sob o título “Leituras”. A obra literária e cultural de António Salvado tem merecido relevantes reconhecimentos nacionais e além-fronteiras, sendo de destacar “A Flor e a Noite” (1955); “Tropos” (1969); “Estranha Condição” (1977); “O Extenso Continente” (1998); “Quadras (in)populares e Sábios Epigramas” (2001); “Se na Alma Houver” (2004); “Outono” (2009); “O Sol de Psara” (2011); “O Dia a Noite o Dia” (2012); “Na Sua Mão Direita” (2013), entre muitos, muitos outros.



Artigos Relacionados / Pub